quarta-feira, 22 de abril de 2009

O ABASTECIMENTO DOS ANTEPASSADOS

IMAGENS: EDSON SILVA
Convidado pelos indígenas, o Fotojornalista Edson Silva (a direita com acessório fotográfico tira-colo) o Índio Nildo, o professor e historiador Hugo Lima, e um acompanhante também da tribo Xucurú-Karirí.


O
Açude da Mata da Cafurna que abastecia Palmeira nos anos 50. Sua extensão tem aproximadamente 1000Mts. de compromento, 50Mts. de largura, e uma profundidade equivalente a um poste elétrico na posição vertical.



Localizada na região serrana da cidade, a Mata da Cafurna tendo aproximadamente seus 500 hectares de mata nativa, equivalente a 2000 tarefas, segundo o procurador e professor de história Dr. Hugo Lima, conhecedor de região. Ele nos conta como era abestecida Palmeira nos anos 50. Administrada por uma família tradicional da cidade, os Melo Mota, entre eles o deputado estadual Luorival de Melo Mota na época. Sua população se beneficiava do abastecimento do precioso líquido, que sanava a sede dos 5000 habitantes ( época) da nossa cidade. Anteriormente o abastecimento era feito dessa barragem conforme mostra a (foto) , que até a presente data acomula água em abundância, com uma extensão aproximadamente 1000Mts. de comprimento por 50Mts. de largura, sua canalização era feito de um barro especial que suportava a passagem da água sôbre forte pressão, levando a água por gravidade até a cidade, que não contava com o serviçpo de tratamento que temos atualmente.

Nenhum comentário: