terça-feira, 29 de dezembro de 2009

DOM JORGE CELEBRA EM PALMEIRA

IMAGENS: EDSON SILVA

Catedral Diocesana de Palmeira dos Índios, imponente com seus 12 apóstolos em estilo barroco, afixados paralelo ao altar-mor.



Na semana natalina palmeirense, a festa de NSª. SRª do Amparo, ocorre num período do ano muito especial para igreja-Oitava de Natal- onde as famílias se reúnem para a celebração do nascimento do menino Jesus. Novenário foram realizados de 23 a 30 de Dezembro com diversas celebrações referenciais, entre elas o bispo emérito da paróquia de Nazaré da Mata - PE e filho natural de Palmeira dos Índios, D. JORGE TOBIAS DE FREITAS, que ao rever seus amigos, familiares e paroquianos se emocionou por diversas vezes por todo seu passado vivido desde seu batismo até a ordenação em sua cidade natal. A missa foi concelebrada na imponente Catedral Diocesana com seus doze apóstolos em estilo barroco afixado paralelo ao altar, com a participação de Monsenhor Odilon Amador dos Santos. O coral do MCC, a Equipe de Liturgia e Ministras da Comunhão, tiveram suas participações, como também o Pastoril das Sempre Vivas, abrilhantando com suas músicas e apresentações natalinas.

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

POBRE ORNAMENTAÇÃO NATALINA

IMAGENS: EDSON SILVA

Palmeira, uma cidade esquecida pelo progresso.


Um Papai Noel voluntário, enche de alegria uma criança internada.


A cidade continua sendo castigada pelo descaso, está desprezada politicamente, estacionada no tempo. Quem era nossa Palmeira? causava inveja as demais, chegou a ser denominada de: "A Princesa do Sertão das Alagoas" atualmente está entregue ao demando político. A sua ornamentação Natalina era um orgulho para nós, ou a quem nos visitasse na época Natalina, digna de uma cidade, cujo slogan engrandecia a sí e ao estado. Atualmente temos uma ornamentação Natalina pobre, digna de uma cidade sem progresso ou desenvolvimento. Na área social, não fosse um grupo de componentes de uma entidade filantrópica existente na cidade, vestidas de papai Noel, distribuindo presentes entre as crianças enfermas por diversos problemas de saúde, seria mais um descaso municipal.