segunda-feira, 7 de novembro de 2011

CINEGRAFISTA É ASSASSINADO POR TRAFICANTE


Cinegrafista da TV Bandeirantes morre durante operação policial no Rio


O cinegrafista da TV Bandeirantes Gelson Domingos da Silva, 46, foi morto neste domingo (6) enquanto fazia a cobertura de uma operação do Bope (Batalhão de Operações Especiais) na Favela dos Antares, na zona oeste do Rio de Janeiro. Em nota, a TV Bandeirantes informou que Gelson estava com colete à prova de balas, um modelo permitido pelas Forças Armadas, usado pelos profissionais da emissora em situações de risco
A polícia já solicitou à TV Bandeirantes uma cópia da gravação realizada pela vítima, assim como pediu uma cópia das imagens feitas pela equipe da TV Globo, que também acompanhava a operação.

Gelson Domingos deixa três filhos, dois netos e mulher. Repórter cinematográfico da  TV Bandeirantes, ele já trabalhou em outras emissoras como SBT e Record e "sempre foi reconhecido pela experiência e cautela no trabalho que exercia", diz a nota da emissora.


A assessoria da Secretaria de Segurança Pública informou que a imprensa não havia sido convocada para acompanhar a operação, devido ao alto risco. A Polícia Civil já assumiu a investigação do caso.

Balanço da operação

A ação da PM tinha o objetivo de confirmar informações da área de inteligência do Bope e do Batalhão de Choque de que as lideranças do tráfico estariam reunidas no local, com armamento pesado.

Foram apreendidos 1 fuzil AR 15, três pistolas, quatro carregadores de fuzil e três de pistola, cinco rádios transmissores. Com relação a drogas, a polícia apreendeu 1kg de maconha, 100 pedras de crack, 2.000 papelotes de cocaína e 13 frascos de lança perfume. Além disso, também foram recolhidos um celular, dez motos e mais de R$ 3 mil em dinheiro.

A operação começou no início da manhã e mobilizou cerca de 100 policiais do Bope e do Batalhão de Choque.

Nenhum comentário: