sábado, 6 de dezembro de 2008

PALMEIRA, "O MAIOR CONFLITO SOCIAL"







Publicado no jornal de maior circulação nacional, a Folha de São Paulo, em sua edição de 01/12/08, cuja manchete assustadora: "Nova Reserva Deixa Clima Tenso em Alagoas", em que ìndios afirmam que não tem o que negociar com os proprietários. Do outro, proprietários dizem que vão até o fim para reverter os limites definidos pela Funai. A defensoria diz que: caso não consiga reverter a delimitação administrativamente, irá "Judicializar o Conflito", caso tido como assunto de repercussão nacional. O advogado palmeirense Marcos Guerra, viajou com destino a cidade de Baurú, interior de São Paulo, a procura do antropólogo Hilário Rosa, ex-professor da USP, conhecedor dos problemas indígenas, para que o mesmo venha a Palmeira dos Ìndios e com seu conhecimento, checar nos cartórios existentes na cidade alagoana, todos antecedentes históricos das terras na região. Na tensa reunião neste último sábado na casa museu Graciliano Ramos, com as presenças de aproximadamente cem donos de terras, entre eles o Sr. José Pereira (foto) que se diz está preocupado pelas terras que recebeu de seu avô desde 1923, passando de seu pai, e agora sua, mesmo estando na área de demarcação, indaga o senhor José Pereira as autoridades.

Nenhum comentário: