segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

BANDEIRINHA PREJUDICA EQUIPE DO CSE

Imagem: Edson Silva
O bandeirinha Carlos Trinta, da Federação Alagoana de Futebol, prejudicou a equipe do tricolor palmeirense, na anulação de dois gols, em condição legal, do atacante Rogério a favor do CSE. O lançamento foi feito pelo Kal, na cabeça do atacante, que colocou a bola no canto direito do goleiro Humberto, da Raposa do Agreste. O técnico do CSE Washingthon Lobo, ao reclamar pela péssima atuação do bandeirinha, foi expulso pelo ábitro Josevaldo Bissaria. Inconformado, e indignado por sua expulssão, Washington prometeu entrar com uma representação na Justiça Desportiva, contra a péssima atuação do bandeirinha que prejudicou o time que comanda, por ter anulando dois gols claros a vista de todo desportistas presentes. CSE jogou com: Alan, Vovo, Carlos André, Victor, Janio, Du Cosmo, Joilson, Rogério, Bruno Bahiano. O Igací, teve: Hurberto, Welingthon, Luis Henrique, Adriano Cabeça, Mamão, Ramon, Egídio, Alemão, Josiel, Rincon, Buiú. Os artistas da partida foran, o árbitro Josevaldo Bissaria, auxiliados pelos bandeirinhas, Carlos Trinta, Adeildo Hora e José Artur 4º árbitro. A partida do tricolor palmeirense que foi prejudicada por esses artistas da FAF, terá prosseguimento nesta próxima quarta-feira diante do Muricí na quela cidade. Que não seja surpreza anularem novamente gols pelos artistas da federação.

Nenhum comentário: